sexta-feira, 2 de abril de 2010

Estive a pensar o dia todo

Me pareceu uma idéia meio boba a principio, até que eu compreendi o motivo, era o tédio que me fazia escrever. Sim, essa coisa que nos faz pensar que não temos nada melhor a fazer, o Tédio. Então, decidi refletir sobre o Tédio para ver o que ele me traz, e onde me leva, pois acredito que o Tédio é também um sentimento, e dos mais complexos, porque nunca saberei se o tédio esta dentro ou fora.
O amor nos cabe ao coração, assim como o ódio e a raiva, a razão esta no cérebro a fome na barriga, mas e o Tédio? Será que ele compreende o espaço físico que te cerca, ou será que domina seu corpo, como se te sugasse? Algo que me fez pensar neste exato momento, que se o Tédio fosse uma pessoa, seria de uma magreza desconhecida, até o órgão sexual seria magro e pequeno, os cabelos curtos de um tom bege ao marrom, apele meio amarelada, os dedos magros, finos e grandes, o rosto com um nariz afinado e pontudo de uma boca pequena e de orelhas invisíveis. Seria uma mulher, dessas que parecem que ja nasceram envelhecidas, uma solteirona, e que você nunca a viu com outra expressão a não ser aquela, sempre seria, não pra dizer que é boa ou má, ela só esta lá.

Tédio, mesquinho e sem graça, uma mulher que não sabe contar piadas, nem se fazer dissimulada, esquecida por Deus e o Diabo, não lhe resta nada.

O Tédio na grandes cidades é controle remoto, no campo o entardecer, e em uma sintonia, quando você liga a TV, já se entendeu tudo, você já trabalhou o dia todo, agora é hora de escurecer, para que você não se sinta entediado com a clareza ao dormir. E para que diferencie bem, dormi não é entediar-se, a TV também não, o sexo talvez, mas ai entra a questão da reprodução, então fica tudo explicado. E ninguém precisa dizer mais nada, o Tédio esta nas entrelinhas da vida de qualquer ser humano, entre aquele abraço apertado na sua filha, ou pessoa querida, e aquele sorriso sem dentes para um cliente.

Vivo no interiror, perto de São Paulo, Uma cidadizinha tão pequena, que o Tédio consome a todos, de uma forma suave, não agressiva como na Cidade grande, onde nos esquecemos de tudo, menos da nossa principal ocupação; ser tribladores do Tédio.
Assim como todos que moram no campo, não me considero entediada, e sim calma como o outono. Talvez, more ai um grande engano, o outono mesmo parado, vive e se transforma na primavera, sua melhor amiga, e caminha calmamente ate ela, sem pressa, sabe que cedo ou tarde a encontrará. E por isso que o Tédio não more também nas estações, com mudanças ou antecipadas, elas sempre chegam.
O tédio não é saber o que vai acontecer, isso se chama rotina e, ela e o Tédio podem ou não estar casados, isso é só uma questão de vaidade, então se faz o Tédio quando você pensa que algo vai ser diferente, e derrepente uma surpresa, saiu como todos planejavam, mas não como todos queriam, queremos ação dentro de amores, temos a tolice de pensar que a agitação esta ligada a uma vida diferente. Ora se você amasse alguém diferente todos os dia, ainda estaria entediado, se não entedesse que não precisa passar a vida a procurar, já esta lá, e você se entedia por não saber onde esta e achar que tem que procurar algo que nem mesmo você sabe onde fica ou o que significa.

5 comentários:

Irosvalmen disse...

Blogs pessoais de indivíduos desconhecidos, surgem de um momento de ócio.

Tédio é mais uma derivação a alguma coisa que não conhecemos bem.


Obs: Caso não entenda bulhufas do que escreve acima, preocupe-se pouco, pois também não entendi.

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

divagações tão profundas e tediosas, que fel na pele você amargou... é foda...

Aline Rojas disse...

Todos nós um dia passamos por um momento de tédio. Faz parte da vida, as vezes a própria vida é tediosa. Aí é que nos indagamos, o que fazer para sair desse tédio total?

Vamos beijar na boca que cura qualquer coisa! hauhauhau

Brincadeiras à parte. Muito legal essa reflexão! Me fez sair do tédio aqui para comentar sobre o assunto. rs =D

Seguindo *

http://realnovirtual.blogspot.com/

M. Araújo disse...

Até hoje eu não havia me perguntado se o tédio estava dentro ou fora mim, pq eu fui ler hein?UAHSUHSAUSAHSU

Agora eu preciso me resolver!

kauanamaria disse...

hahaha, adorei