sábado, 15 de janeiro de 2011

Dor e vida

Corre em mim, uma dor sem lar
viva pelas lembranças do amanhã
as vezes, esqueço-a num copo,
mas recupero em outro
uma dor semelhante a ponta do meu cigarro
queima, consome, e tenho prazer em acender outro.
Não pelo oficio do vicio,
mas pela chama, que me engana
e quando aproximo, queima minhas asas
ri com graça e ainda me diz:
Tu não precisas dela pra se jogar por ai.

6 comentários:

Tati Rodrigues disse...

Dor e vida... um casamento à moda antiga, inseparável, ainda que em alguns momentos não se suportem... rsrs

Adorei guria. Muito bom mesmo!

E há tanto sentimento... ow, saudades de ti! beijos

Jessica Jin disse...

Pq quem coloca entediante nunca deixa um comentario?

Eu gostaria de saber a opinião das pessoas...

Tatiiiii,
Saudades guria, a com certeza ah muito sentimento, muito mais do que escrevo no papel rs

Beijos

Karen disse...

Você ganhou um selo : Blog de Ouro 2011!
Para retirá-lo é só deixar um comentário em meu último post, e dps, escolher outros 15 blogs para prestigiar com este selo.
BjoKas, Karen.

tammy diktiva disse...

Oi meu bem, vc perguntou como eu fiz os detalhes do meu blog. Então, eu fui pesquisando como fazia pra editar e fazendo as alterações que eu queria ,rs e deu no que deu (:

tammy diktiva disse...

Retrata bem o que ando sentindo. Dificil, e aaaaaah como me queima e consome :/
parabeens pelo blog

filipe2143 disse...

O melhor, até agora.