quinta-feira, 20 de maio de 2010

Agressão pensante

O escarro da sua boca
tem o mesmo gosto que o gozo do seu corpo
Tua politica de ideias, é a dúvida do azul
entre o céu e o mar
O suor da tua mente
São os calos nas minhas mãos
e o inchanço do meu coração

E para todo teu discursso
sempre um novo surdo
a se admirar com a prisão voluntaria

2 comentários:

a Vanessa mesmo disse...

prisão voluntária... é isso!!!
nas minhas palavras: o sofrer sem dor.
demais,curti muito

Tati Rodrigues disse...

Sempre o mesmo surdo... fazer o que né... por isso a gente vive se repetindo! Rs.

Gostei. Beijos guria.